Tratamento de canal sem trauma

Novas tecnologias agilizam esse procedimento e o tornam praticamente indolor

Ir ao dentista, muitas vezes, é uma experiência traumática para algumas pessoas, principalmente quando precisam fazer um tratamento de canal. Esse tipo de intervenção, que antes causava um grande desconforto ao paciente, hoje conta com o suporte de especialistas nesse segmento que utilizam aparelhos de alta tecnologia como um microscópio eletrônico que agiliza e torna esse procedimento praticamente indolor.

Popularmente conhecida como tratamento de canal, a Endodontia é uma das especialidades da Odontologia que trata a porção interna do dente, conhecida como polpa. Quando uma cárie evolui até atingir a polpa ou quando um trauma fratura o dente e expõe a sua polpa, é necessário remover a polpa que é um tecido que se encontra no centro do dente e é responsável pela sua inervação e irrigação

Cada dente é dividido em três camadas: esmalte, dentina e polpa. O esmalte é uma camada mineralizada que reveste o dente, a dentina é a camada intermediária e a polpa fica no centro. “Quando uma cárie se desenvolve e atinge a dentina, inicia-se uma resposta inflamatória chamada pulpite. A medida que a cárie evolui e se aproxima da polpa, há um aumento dessa resposta inflamatória até que a pulpite se torne irreversível. Nessa fase o tecido acaba necrosando, por isso é necessário fazer um tratamento com um especialista em endodontia”, explica Germano Dalcim, Diretor Clínico do Centro Odontológico Nova São Luiz, clínica especializada em diversos segmentos da Odontologia, com sede no Tatuapé (SP)

Segundo o especialista, ao contrário do que a maioria dos pacientes pensa, este é um tratamento indolor e com as novas tecnologias disponíveis está ficando cada vez mais rápido e com um prognóstico mais favorável.

“Imagine que o canal é um túnel que percorre todo o dente e está com todas as paredes sujas; o tratamento de canal nada mais é de que desgastar essas paredes até que tudo fique limpo e depois preencher esse túnel com um material específico que impeça que a sujeira entre de novo”, detalha Dalcim.

“Com o auxílio de um microscópio e alguns outros aparelhos conseguimos atingir os melhores resultados e muitas vezes conseguimos fazer todo o tratamento até mesmo em uma única sessão”, finaliza o especialista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>